15 maio 2008

No Tema - Coisas boas vindas do passado...




Uma ilustração um tanto quanto “psicodelística”, fazendo menção aos mestres das antigas, aqueles que de forma majestosa contribuiram ao reino musical com suas melodias divinas, composições embasbacantes e representações arrebatadoras, dadas por meio da expressão de suas almas, concebendo assim a “Soul Music” e também suas vertentes.

De “Call Me” de Al Green e "I’m In Love” de Aretha Franklin até suas crias que hoje carregam a arte da música pela alma através do dito “Neo-Soul”, como D’Angelo e sua “Brown Sugar” e Erika Badu e sua “Hold On”.

Coisa boa, coisa fina, caro amigo.

Infelizmente, em meio a tanta beleza musical, cultural e de tão belas poesias existam alguns “ruidos” que levam a alcunha de “blá blá blá music”, mas que na verdade é pura expressão de inutilidade, falta de criatividade e capitalismo apelativo, ou melhor, nú (no sentido literal!).

Mas fazer o que!? Hoje, o que importa não é bom gosto e sim “melâncias”, não é mesmo?

Nenhum comentário: