08 junho 2009

No Tema - Noite de Núpcias


9 comentários:

Fernanda disse...

Fala garoto!!!
Muito loco o casalzinho! fazia um tempo que vc não atualizava né?!
ta escondendo o ouro também!? ^^

Vc faz toda a cor no photoshop?
to precisando me virar com ele, por enquanto a aquarela ta me salvando!

Beijo e aparece!
quero ver seu scketch também!

E viva Liverpooool!!

klil disse...

fala Rocca.. como vai?

estou acompanhando o seu blog a um tempinho.. e já tava devendo um comentário aqui desde então.

vc disse que viuos originais do Lost Station.. vc já estudou na Quanta?

parabéns pelo desenvolvimento do se trampo... a gente é irmão de "nariz" vermelhos e fálicos.. hehehe

é isso aí.. vamos nos falando,

abração.

Gilberto Valadares disse...

Faaala Rocca, valeu pelo comentário cara, assim vcs me deixam com vergonha...

Cara, acompanho seu blog já faz um tempo, e pqp sempre que entro aqui tenho uma ótima surpresa com belas imagens de encher os olhos...

absssss,
Giba... :)))

André Toma disse...

Olá, Rocca!
Beleza?
Duas coisas...Uma, é agradecer o comentário no meu blog. A outra é me deculpar por não ter deixado um comment por aqui antes...Confesso qua já te visitei algumas vezes. Pirei quando vi sua ilustra do National Kid pro TNT.
Seu trabalho é sensacional...mais inspiração pra mim!
Já vou te linkar!
Sucesso aí! Grande abraço!

Sidney Meireles disse...

Olá Rocca,
Parabéns pelo trampo cara, sensacional!!!
Abração.

Juanma disse...

seu trabalho é muito bom!
thanks for the visit

Alexiev disse...

Increibles personajes...

Muy buenos trabajos...

Saludos desde Buenos Aires...

http://www.alexiev.com.ar

Proyectos

Alexiev Store

Fabian disse...

SoooOo good to discover your blog! What an amazing work you do! Very origina and unique style! :)

Moisés Lourenço Gomes disse...

Fala Rocca,

To acompanhando seu trabalho. Você tem evoluido bastante. By the way...Tem visto os meus? Estou correndo muito nuns trabalhos internacionais, mas estou tentando atualizar o meu blog com uns desenhos surreias, obliquos, metafísicos, atemporais, incogníveis, etéreos e anárquicos.








rs